Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ganho superior a 1% da PT leva bolsa a contrariar perdas europeias

A bolsa nacional contrariava a tendência negativa das congéneres europeias, impulsionada essencialmente pela Portugal Telecom, que subia mais de 1%, animada pela oferta da oferta da Telefónica. O PSI-20 apreciava 0,22% com o BES e a Galp, que corrigiam má

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 10 de Julho de 2007 às 11:16
  • Partilhar artigo
  • ...

A bolsa nacional contrariava a tendência negativa das congéneres europeias, impulsionada essencialmente pela Portugal Telecom, que subia mais de 1%, animada pela oferta da Telefónica. O PSI-20 apreciava 0,22% com o BES e a Galp, que corrigiam máximos atingidos ontem, a travarem maiores ganhos.

O principal índice da bolsa nacional cotava nos 13.570,45 pontos com oito acções a subir, nove em queda e três inalteradas. Na Europa, a tendência era negativa depois de um início de sessão em alta.

Em Portugal, a maior operadora de telecomunicações portuguesa [ptc] mantinha a valorização inicial e sustentava o PSI-20. A Portugal Telecom ganhava 1,57% para os 10,38 euros mas já subiu um máximo de 1,76% no dia em que foi anunciado que a Telefónica ofereceu três mil milhões de euros pela sua posição na Vivo.

Apesar de já estarem à espera, a generalidade dos analistas vê com bons olhos esta notícia para ambas as partes. A participada da PT, a PT Multimédia [ptm] seguia, por outro lado, a cair 0,17% para os 11,79 euros.

Do lado dos ganhos de sublinhar ainda a Energias de Portugal [edp] e a Cimpor [cimp] que subiam 0,73% para os 4,16 euros e 0,58% para os 6,97 euros, respectivamente.

No entanto, pela positiva, o destaque volta a ser a Soares da Costa que já tocou hoje novo máximo histórico nos 2,75 euros com um ganho de 4,56%. Já ontem as acções da construtora renovaram o valor mais elevado de sempre, tendo disparado mais de 8%.

A animar o papel estiveram rumores de consolidação. De acordo com a edição do passado fim-de-semana do "Expresso", a Soares da Costa está a negociar a compra de 20% que a Teixeira Duarte tem na Scutvias e 60% da Companhia de Parques de Estacionamento (CPE).

A Soares da Costa diz hoje, no entanto, que "não há nenhuma transacção acordada com a Teixeira Duarte" relativamente à compra da participação na Scutivias e na CPE. Em comunicado à CMVM, a construtora não desmente, no entanto, a notícia publicada na imprensa quanto à existência de negociações.

A travar maiores ganhos estão hoje a Galp Energia [galp pl] e o Banco Espírito Santo [besnn] que corrigem assim dos máximos históricos da sessão de ontem. A petrolífera desliza 0,55% para os 10,87 euros enquanto o banco presidido por Ricardo Salgado perde 0,80% para 17,32 euros.

Na restante banca, o Banco Comercial Português [bcp] segue estável nos quatro euros enquanto o Banco BPI [bpin] sobe 0,45% para os 6,73 euros.

Outras Notícias