Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ganhos da PT e da banca levam PSI-20 a subir 1%

O PSI-20 segue a negociar em terreno positivo suportado, sobretudo, pela valorização superior a 3% da PT e pelas subidas em torno dos 2% do sector financeiro. No resto da Europa, a tónica é essencialmente de ganhos.

Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 29 de Abril de 2014 às 12:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 31
  • ...

O PSI-20 segue a negociar em terreno positivo, somando 1,01%, com 16 cotadas em alta e quatro em queda. No resto da Europa, a tónica é essencialmente positiva, com excepção para o índice grego que cede 0,10%. O índice italiano lidera os ganhos no Velho Continente, somando 1,34%, seguido do índice germânico, que valoriza 1,15%.

 

A suportar os ganhos dos principais índices bolsistas do Velho Continente estão os resultados de várias empresas que superaram as estimativas dos analistas. O Deutsche Bank é um desses casos ao revelar esta manhã que, nos três primeiros meses deste ano, obteve lucros de 1,08 mil milhões de euros. Apesar deste valor reflectir uma quebra de 34% face ao mesmo período de 2013, esta queda nos resultados foi inferior ao estimado pelos analistas consultados pela Bloomberg, que antecipavam um lucro de 1,01 mil milhões de euros.

 

Em destaque nos mercados esta terça-feira está também o crescimento do produto interno bruto do Reino Unido no primeiro trimestre. A economia britânica avançou 0,8% no primeiro trimestre.

 

Por cá, a impulsionar o sentimento do principal índice da bolsa portuguesa está a Portugal Telecom. A operadora soma 3,34% para 3,067 euros num dia em que foi revelado que a Oi colocou 7,4 mil milhões de reais (2,388 mil milhões de euros) junto de investidores no aumento de capital concluído ontem, dia 28 de Abril. Aos accionistas da PT caberá uma participação de 37,41% da empresa, sendo de 37,3% quando todas as operações societárias estiverem concluídas.

 

Ainda no sector das telecomunicações, a Zon Optimus aprecia 0,44% para 5,022 euros. Esta terça-feira, o Negócios escreve que a operadora está a trabalhar na transformação da marca para "nós", que fechará o ciclo pré-fusão. Já há marca registada, mas ainda não há confirmação.

 

A suportar a evolução do PSI-20 está também o sector financeiro, com o BES a ser o banco que mais sobe. A instituição liderada por Ricardo Salgado avança 2,46% para 1,289 euros. Por outro lado, a instituição que controla o BES, o Espírito Santo Financial Group, segue a cair 2,63% para 2,63 euros, depois de ontem ter divulgado que no ano passado registou prejuízos de 864 milhões de euros.

 

O BCP soma 2,38% para 21,48 cêntimos, o BPI cresce 1,83% para 1,893 euros e o Banif soma 1,94% para 0,0105.

 

No sector energético a tendência é mista. O grupo EDP segue em terreno positivo, com a casa-mãe a crescer 1,36% para 3,497 euros e a EDP Renováveis aprecia 0,92% para 4,913 euros.

 

A Galp Energia, que esta manhã antes da abertura do mercado divulgou que os lucros caíram mais de 37% para 47 milhões de euros no primeiro trimestre, desce 1,39% para 12,395 euros. E a Ren desvaloriza 1,39% para 2,70 euros.

 

No sector da construção, o dia está a ser de ganhos. A Mota-Engil aprecia 1,67% para 5,359 euros e a Teixeira Duarte avança 1,74% para 1,108 euros.

 

No retalho, a Jerónimo Martins cede 0,27% para 12,94 euros e a Sonae cresce 1,05% para 1,35 euros.

Ver comentários
Saber mais bolsa PSI-20 banca Euronext PT
Outras Notícias