Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman e encerramento do espaço aéreo pressionam bolsas europeias

As bolsas europeias encerraram a perder pressionadas pela noticia de que o Reino Unido e a Alemanha vão também investigar o Goldman Sachs. Outro dos factores, é o encerramento do espaço aéreo europeu.

Joana Gonçalves jgoncalves@negocios.pt 19 de Abril de 2010 às 18:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As bolsas europeias encerraram a perder pressionadas pela noticia de que o Reino Unido e a Alemanha vão também investigar o Goldman Sachs. Outro dos factores, é o encerramento do espaço aéreo europeu.

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, convocou reguladores financeiros para que se iniciasse uma investigação ao Goldman Sachs. Também, o regulador financeiro alemão, Bafin, pediu que o Securities and Exchange Comission (SEC) lhe fornecesse detalhes sobre a investigação.

O regulador norte-americano Securities and Exchange Comission (SEC) acusou o Goldman Sachs de fraude por ter omitido informação relevante a clientes acerca de um produto financeiro.

O Europe Stoxx 600 caiu 0,7% para 266,13 pontos, atingindo a queda mais baixa deste mês. desde o início do ano, que o índice já caiu 4,8%.

A travar maior queda das bolsas, estiveram os resultados do primeiro trimestre do Citigroup que apresentou lucros de 4,4 mil milhões de dólares. Os resultados do banco surpreenderam pela positiva, com os analistas a apontarem para resultados ao nível do "break-even".

No sector da banca, o UBS AG depreciou 2% para os 17,57 francos suíços e o Deutsche Bank desvalorizou 2,6% para 54,56 euros. Na banca da Grécia, o EFG Eurobank caiu 4% para os 6,05 euros e o Alpha Bank depreciou 1,7% para 6,24 euros.

As companhias aéreas estão a ser bastante afectadas no mercado bolsista, devido ao encerramento do espaço aéreo europeu, que desde sexta-feira está a ser afectado pela dispersão de cinzas causadas pela erupção de um vulcão na Islândia.

A Air France caiu 2,9% para os 12,08 euros, a alemã Lufthansa deprecia 2,6% para 12,40 euros. A lowcost Raynair deprecia 3,1% para 3,77 euros.

O encerramento do espaço aéreo europeu poderá trazer prejuízos para as companhias aéreas no valor de 2 mil milhões de euros, segundo o Centro de Aviação da Ásia Pacifico.

O grego FTSE/ASE20 depreciou 2,47% para 957,35 pontos, com a banca a pressionar e o atraso no envio das missões do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da Comissão Europeia devido ao encerramento do espaço aéreo europeu.

O espanhol IBEX recuou 0,53% para 1.1199,50 pontos. O inglês FTSE perdeu 0,28% para 5727,91 pontos. O francês CAC caiu 0,41% para 3970,47 pontos.

O DAX desvalorizou 0,30% para 6162,44 pontos. O AEX depreciou 0,34% para 348,57 pontos.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias