Mercados “Holding” de Buffett já tem 50 mil milhões na Apple

“Holding” de Buffett já tem 50 mil milhões na Apple

Os lucros da Berkshire Hathaway quase triplicaram no segundo trimestre para 12 mil milhões de dólares. A posição de 5% no capital da Apple, reforçada nos últimos meses, é de longe a mais valiosa.
“Holding” de Buffett já tem 50 mil milhões na Apple
Rick Wilking / Reuters
Negócios 05 de agosto de 2018 às 11:44

A melhoria da economia e alterações contabilísticas, com as quais Warren Buffett discorda, ajudam a explicar um trimestre de forte crescimento dos resultados da "holding" do terceiro homem mais rico do mundo, segundo a Forbes, com uma fortuna avaliada em 84 mil milhões de dólares.

 

A Berkshire Hathaway divulgou as contas este sábado e nelas merece destaque o crescimento de 67% nos lucros operacionais, para 6,89 mil milhões de dólares, acima do esperado pela média dos analistas calculada pela Reuters.

 

O resultado líquido quase triplicou para 12,01 mil milhões de dólares, beneficiando de uma alteração às regras contabilísticas que obriga a reportar como lucros os ganhos não realizados nos investimentos em participações accionistas.

 

Uma regra a que o próprio Warren Buffett se opõe, por considerar que ela distorce o resultado líquido e pode induzir em erro os investidores.

 

De entre os vários investimentos da Berkshire Hathaway, que vão dos serviços financeiros e indústria química à energia e caminhos de ferro, merece destaque a participação de 5% na Apple.

 

O investimento na empresa liderada por Tim Cook valia no final de Junho 47,2 mil milhões de dólares (o equivalente a 40,75 mil milhões de euros), o que aponta para que tenha acrescentado cerca de 15 milhões de novas acções às 239,6 milhões que já tinha.

 

A Apple tornou-se na quinta-feira a primeira cotada americana a chegar a uma valorização de um bilião de dólares, depois de apresentar resultados que superaram a expectativa dos analistas.

 

A tecnológica encerrou na sexta-feira a valer 207,99 dólares por acção, o que avalia a participação (de 239,6 milhões de acções) da Berkshire Hathaway em 49,8 mil milhões de dólares (43 mil milhões de euros). Se somarmos as cerca de 15 milhões de novas acções, chega-se aos 52,83 mil milhões.

 

A descida da taxa de imposto efectiva, de 28,9% para 20%, em resultado do corte na taxa federal sobre os lucros das empresas levada a cabo por Donald Trump, também ajudou aos resultados da Berkshire Hathaway.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI