Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Hollande avisa que o euro forte está a prejudicar a economia europeia

"O euro não deve flutuar de acordo com o humor dos mercados", diz o Presidente francês, num apelo implícito para que o BCE intervenha no sentido de fazer descer o valor da moeda europeia contra as demais grandes divisas mundiais.

Eva Gaspar egaspar@negocios.pt 05 de Fevereiro de 2013 às 14:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

O Presidente francês lançou esta manhã, em Estrasburgo, um apelo implícito a uma intervenção do Banco Central Europeu (BCE) no sentido de travar a apreciação do euro face às demais grandes divisas mundiais.

 

"O euro não deve flutuar de acordo com o humor dos mercados", disse François Hollande perante o Parlamento Europeu. "Uma zona monetária tem de ter uma política de taxa de câmbio. Se não tiver, vai ser submetido a uma taxa de câmbio que não reflecte o estado real da economia".

 

Intervindo num debate no Parlamento Europeu sobre o futuro da União Europeia, por ocasião da sua primeira visita à assembleia desde a sua eleição para o Eliseu, em Junho de 2012, Hollande disse que não estava a sugerir que o BCE definisse uma meta ou um intervalo de variação para a taxa de câmbio do euro, antes a exigir o que disse ser "uma reforma indispensável internacional [o] sistema monetário", sem a qual o euro permanecerá vulnerável a movimentos "irracionais".

 

O Presidente francês chamou a atenção para o facto de o valor crescente do euro estar a “destruir” os esforços dos países europeus de se tornarem mais competitivos, tendo admitido, em declarações proferidas já fora do plenário europeu, que França é um deles.

 

Vários ministros franceses, incluindo o das Finanças, têm manifestado crescente preocupação sobre a valorização do euro, que na semana passada chegou a negociar acima de 1,37 dólares.

Ver comentários
Saber mais Hollande euro câmbio BCE França crescimento
Outras Notícias