Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Iberdrola regista quebra de 18% nos lucros dos primeiros nove meses

A Iberdrola, a maior "utility" de Espanha e accionista de referência da EDP, registou uma quebra de 18% nos resultados líquidos dos primeiros nove meses, um reflexo da redução dos preços da electricidade e dos menores ganhos obtidos com a alienação de activos.

Paulo Moutinho 21 de Outubro de 2009 às 09:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Iberdrola, a maior “utility” de Espanha e accionista de referência da EDP, registou uma quebra de 18% nos resultados líquidos dos primeiros nove meses, um reflexo da redução dos preços da electricidade e dos menores ganhos obtidos com a alienação de activos.

Neste período, e segundo o comunicado da companhia, citado pela Bloomberg, os lucros ascenderam a 2,02 mil milhões de euros, valor que compara com os 2,48 mil milhões obtidos em igual período do ano passado. Ainda assim, superou a média das estimativas, que apontava para lucros de 1,98 mil milhões.

Os menores proveitos com a venda de activos são a principal justificação para a quebra nos resultados. Nos primeiros nove meses deste ano a Iberdrola encaixou 221 milhões com alienações, menos de metade dos 567 milhões obtidos em 2008, ano em que teve um encaixe substancial com a venda da participação na Galp Energia.

A Iberdrola apresentou igualmente a sua projecção para o EBITDA deste ano, estimando um aumento entre 5% e 7%. Até ao final de Setembro os resultados antes de impostos, juros, amortizações e depreciações subiram 0,6% para 4,98 mil milhões de euros, abaixo dos 4,95 mil milhões estimados pelos analistas consultados pela Bloomberg.

Ver comentários
Outras Notícias