Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

IGCP emite até 1.750 milhões de euros em dívida de curto prazo

O montante a colocar será mais elevado do que o habitual, devido ao aumento das necessidades de financiamento do Estado português para responder à pandemia.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 15 de Maio de 2020 às 16:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O IGCP agendou hoje um duplo leilão de dívida a seis e 12 meses para a próxima semana, pretendendo encaixar bem mais do que as operações de financiamento anteriores com bilhetes do tesouro (BT).

 

O instituto que gere a dívida do Estado pretende emitir entre 1.500 a 1.750 milhões de euros com a realização, na quarta-feira, 20 de maio, de dois leilões das linhas de BT com maturidades em 20 de novembro de 2020 (seis meses) e 21 de maio de 2021 (12 meses).

 

Logo depois do início da pandemia, o IGCP anunciou um reforço do programa de financiamento deste ano, para dar resposta à pandemia do covid-19.

 

O IGCP anunciou no final de março que o financiamento líquido resultante da emissão de BT registará um acréscimo de 1,3 mil milhões de euros, para 3,1 mil milhões de euros, sendo que o programa de financiamento poderá ser ajustado "sempre que tal se justifique em função dos desenvolvimentos".

 

Habitualmente o IGCP realiza emissões entre 750 e 1.250 milhões de euros, sendo que na emissão da quarta-feira poderá colocar o dobro do habitual.

 

Na emissão de BT a 12 meses realizada em abril o IGCP pagou uma taxa de juro positiva pela primeira vez em três anos. Nesse duplo leilão foram colocados apenas 1.250 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais IGCP BT bilhetes do tesouro
Mais lidas
Outras Notícias