Obrigações IGCP regressa ao mercado a 19 de Abril

IGCP regressa ao mercado a 19 de Abril

No segundo trimestre, a agência de gestão da dívida pública poderá emitir obrigações de longo prazo. Emissão sindicada é uma das possibilidades em aberto.
IGCP regressa ao mercado a 19 de Abril
Pedro Elias/Negócios
Sara Antunes 03 de abril de 2017 às 11:33

A Agência de Gestão de Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) publicou o calendário financiamento do segundo trimestre do ano. No total, a agência de dívida estima emitir, no máximo, 5.250 milhões de euros.

 

A agência liderada por Cristina Casalinho diz que vai tentar captar entre 1.000 e 1.250 milhões de euros através da emissão de obrigações, "usando uma combinação entre [emissões] sindicadas e leilões", revela o programa de financiamento publicado esta segunda-feira, 3 de Abril.

 

No programa de financiamento estipulado para o ano de 2017, tornado público em Janeiro, o IGCP previa emitir "entre os 14 a 16 mil milhões de euros" através "da emissão bruta de OT, combinando sindicatos e leilões, assegurando emissões mensais", não existindo um calendário específico.

 

A primeira emissão prevista pelo IGCP para este segundo trimestre do ano está agendada para o dia 19 de Abril, com a agência a prever emitir entre 1.000 a 1.250 milhões de euros, através da reabertura de duas linhas a curto prazo, uma com a maturidade a três meses e outra a 11 meses.

 

Em Maio, Portugal regressará ao mercado para tentar captar entre 1.250 e 1.500 milhões de euros, através da reabertura de uma linha a seis meses e o lançamento de uma nova linha a 12 meses.

 

Em Junho, o IGCP tentar financiar o Estado entre 1.000 e 1.250 milhões de euros através de duas linhas: uma a três e outra a 11 meses.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI