Obrigações IGCP regressa aos leilões de dívida de curto prazo

IGCP regressa aos leilões de dívida de curto prazo

Portugal realiza o segundo leilão de bilhetes do Tesouro de 2018. No primeiro a taxa de financiamento foi a mais baixa de sempre.
IGCP regressa aos leilões de dívida de curto prazo
Pedro Elias/Negócios
Nuno Carregueiro 16 de fevereiro de 2018 às 16:13

O IGCP regressa esta quarta-feira, 21 de Fevereiro, aos leilões de bilhetes do Tesouro, com o objectivo de colocar entre mil e 1.250 milhões de euros.

 

Vão ser colocados títulos com maturidade em 18 de Maio deste ano (3 meses) e 18 de Janeiro de 2019 (11 meses).

 

No primeiro leilão de dívida de curto prazo de 2018, realizado a 17 de Janeiro, o IGCP colocou 1.750 milhões de euros em bilhetes do tesouro a 6 e 12 meses, conseguindo taxas ainda mais negativas face aos leilões anteriores.

 

Já esta semana o instituto liderado por Cristina Casalinho (na foto) realizou um leilão de dívida de longo prazo, tendo colocado 1.250 milhões de euros em títulos de dívida a 5 e a 10 anos. Os custos de financiamento subiram ligeiramente na emissão de títulos a 10 anos (taxa de 2,046%) mas desceram de forma acentuada nos títulos a cinco anos (0,577%).




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
General Ciresp 16.02.2018

Melhor "MATERIA-PRIMA"do q esta para Rui Rio levar ao congresso nao ha.

Saber mais e Alertas
pub