Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Impostos de Trump abalam Dow e S&P 500 mas Nasdaq marca novos recordes

As bolsas norte-americanas encerraram em terreno misto, com a decisão do Supremo Tribunal dos EUA de permitir que o Ministério Público aceda às declarações de impostos de Trump a abalarem o Dow e o S%P 500. Já o Nasdaq ficou indiferente a esta decisão e fixou novos máximos históricos.

Reuters
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 09 de Julho de 2020 às 21:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

O Dow Jones fechou a ceder 1,39% para 25.706,09 pontos e o Standard & Poor’s 500 recuou 0,56% para 3.152,05 pontos.

 

Em contrapartida, o tecnológico Nasdaq Composite terminou com um ganho de 0,53% para se fixar nos 10.547,75 pontos, um recorde de fecho – tendo durante a sessão estabelecido um novo máximo histórico, nos 10.578,10 pontos.

 

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos decidiu hoje que um procurador do ministério público de Nova Iorque poderá consultar os registos de impostos do presidente norte-americano.

 

Apesar de, pelo menos por agora, se manter vedado o acesso ao Congresso, esta decisão acabou por constituir um golpe para a Administração Trump, o que abalou o Dow Jones e o S&P 500.

 

O mesmo não aconteceu com o Nasdaq, que continuou a ser sustentado por tecnológicas de peso, como a Alphabet, Apple e Microsoft.

 

Também o forte aumento de novos casos de covid-19, especialmente nos Estados Unidos – onde mais de três milhões de pessoas já foram infetadas –, continua a suscitar receios junto dos investidores, se bem que hoje nada pareça ter abalado o Nasdaq.

 

Os EUA reportaram mais de 60.000 novos casos de vírus na quarta-feira, o maior incremento diário reportado por um país num só dia. Os casos têm estado a aumentar em 42 dos 50 estados norte-americanos nas últimas duas semanas.

Ver comentários
Saber mais wall street dow jones s&p 500 Nasdaq bolsas EUA
Mais lidas
Outras Notícias