Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Inflação permanece próxima de máximo de dois anos e meio em Espanha

O avanço dos preços foi motivada pelo aumentos dos custos do petróleo a que a inflação é particularmente sensível.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 30 de Maio de 2011 às 09:02
  • Partilhar artigo
  • ...
O nível geral dos preços progrediu 3,4% em Maio, no país vizinho, segundo os cálculos do Instituto Nacional de Estatística de Espanha feitos com base na metodologia da União Europeia.O ritmo da inflação abrandou ligeiramente face a Abril, em que fora de 3,5%, recorda a Bloomberg.

A inflação em Espanha tem sido mais alta do que a da maioria dos países da União Europeia e tem sido conduzida pelo avanço de 35% do preço do petróleo, a que a economia do país é particularmente sensível. O elevado ritmo de aumento dos preços coexiste com uma taxa de desemprego de 21%.

Segundo o governador do Banco de Espanha, Miguel Fernandez Ordoñez, é “lógico” esperar que o ritmo do aumento dos preços abrande no futuro, citado pela agência noticiosa. O governo espanhol prevê um abrandamento da inflação em Junho ou Julho.

O Banco Central Europeu está atento à inflação e vai monitorizá-la “cuidadosamente” para decidir eventuais aumentos da taxa de juro de referência para a economia europeia, segundo disse Jean-Claude Trichet após a decisão do BCE de dia 26 de Maio.

Ver comentários
Outras Notícias