Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

ING acredita que o BES está preparado para ser "o campeão nacional"

O ING reviu a recomendação e o preço-alvo para o Banco Espírito Santo (BES). Apesar do corte do "target", a casa de investimento acredita que os "riscos de capital são limitados" após o aumento de capital e as alterações na legislação dos fundos de pensões. O ING diz que o banco está "preparado para ser o campeão nacional".

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 03 de Março de 2009 às 12:26
O ING reviu a recomendação e o preço-alvo para o Banco Espírito Santo (BES). Apesar do corte do “target”, a casa de investimento acredita que os “riscos de capital são limitados” após o aumento de capital e as alterações na legislação dos fundos de pensões. O ING diz que o banco está “preparado para ser o campeão nacional”.

“Depois do anunciou do aumento de capital de 1,2 mil milhões de euros e das alterações na legislação dos fundos de pensões por parte do Banco de Portugal, acreditamos que os riscos de capital do BES são limitados e actualizamos a nossa recomendação para ‘comprar’”.

A recomendação passou assim de “manter” para “comprar” e o preço-alvo foi revisto em baixa de 8,15 euros para os 7,50 euros, um valor que ainda assim corresponde a um potencial de valorização de 61,57% face ao actual valor das acções (4,642 euros).

“Acreditamos que o aumento de capital de 1,2 mil milhões de euros que o BES anunciou em Janeiro dá ao banco força financeira para desafiar a posição de liderança do BCP em Portugal”, revelam os analistas da casa de investimento que acrescentam que as alterações às regras dos fundos de pensão “limitam os riscos” para a banca.

O ING realça o facto do BES ter “uma exposição limitada aos mercados emergentes” e acredita que as provisões do banco “não são um problema”. Aliás, a casa de investimento diz que se se assumir o nível mais elevado das provisões, “o BES continuaria rentável”.

As acções do BES sobem 0,91% para os 4,642 euros.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio