Fundos de investimento Investidores trocam Wall Street pela Europa

Investidores trocam Wall Street pela Europa

Os investidores estão a dar sinal de troca dos activos americanos pelos europeus.
Investidores trocam Wall Street pela Europa
Reuters
Raquel Murgeira 23 de fevereiro de 2018 às 17:50

Os fundos de acções dos EUA continuam a sofrer saídas, com os investidores a transferirem o dinheiro para a Europa, de acordo com o Bank of American Merrill Lynch, citado pela Bloomberg.

No espaço de uma semana os fundos dos EUA sofreram resgates de cerca de 2,4 mil milhões de dólares, de acordo com os dados da EPFR Global que se referem ao período terminado a 21 de Fevereiro. Ao mesmo tempo, os fundos da Europa viram entradas de dinheiro na ordem dos 3 mil milhões de dólares, o que perfaz duas semanas consecutivas de aumentos nas entradas de investimento.

No total, desde o início do ano, os fundos americanos reportaram saídas de 22 mil milhões de dólares. Por sua vez, a Europa viu entradas no valor de 15 mil milhões de dólares.

Muitas são as razões apontadas para estas transferência de investimento para as bolsas europeias: níveis de avaliação muito mais razoáveis nas acções, os dividendos mais atractivos do mundo, uma economia em franco crescimento e não existe perspectiva de subida das taxas de juro por parte do BCE num curto espaço de tempo, de acordo com a Bloomberg.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub