Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investidores adivinham saída da Gescartão de bolsa

Os investidores começam a antecipar um cenário de retirada de bolsa da Gescartão, através de uma oferta potestativa, após a Sonae consumar a venda da sua posição na Imocapital à Europac. A expectativa surge depois da CMVM ter emitido um parecer em que não

Ricardo Domingos rdomingos1@gmail.com 20 de Dezembro de 2004 às 08:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A eventual compra da Europac da posição que a Sonae Indústria tem na Gescartão não obrigará ao lançamento de uma Oferta Pública de Aquisição (OPA), segundo o parecer da CMVM solicitado pelas pelas empresas que actualmente se encontram em negociações.

A Europac e Sonae pediram que o regulador analisasse sobre a eventual necessidade de OPA, tendo por base o artigo 20º do Código dos Valores Mobiliários, que se refere à imputabilidade de direitos de voto. A decisão do parecer baseia-se no facto de, a ambas as empresas, ser imputada a totalidade dos direitos detidos pela «joint-venture» por elas constituída, a Imocapital.

À Sonae SGPS são-lhe imputados 68,58% dos direitos de voto, após a venda da posição da Sonae Indústria à casa-mãe, enquanto à Harpalus, que controla a Europac, são-lhe atribuídos 75,52% dos direitos de voto.

Ver comentários
Outras Notícias