Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investidores pagam mais para comprar dívida espanhola de curto prazo

O Tesouro espanhol colocou dívida de curto prazo com taxas ainda mais negativas. A procura superou em quase quatro vezes a oferta.

14º - Espanha - Dívida pública de 99% do PIB em 2016
Bloomberg / Reuters / Getty Images
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 17 de Maio de 2016 às 11:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Espanha voltou a colocar dívida com taxas negativas. O Tesouro espanhol emitiu esta manhã 1.966 milhões de euros em títulos de dívida a três e nove meses, com os investidores a pagarem um novo valor recorde para comprar dívida espanhola.


Espanha colocou 1.555 milhões de euros em dívida a nove meses, com uma taxa de juro negativa de 0,196%, face aos -0,090% na emissão anterior. No prazo a três meses, o país emitiu 411 milhões de euros, com um juro negativo de 0,385%, em comparação com os anteriores -0,268%.


O valor colocado (1.966 milhões de euros) nas duas emissões ficou no intervalo que Espanha tinha como objectivo emitir. Espanha pretendia financiar-se com estas emissões entre 1.500 e 2.500 milhões de euros.


A procura superou em 3,9 vezes a oferta, numa semana em que Espanha ainda volta mais uma vez ao mercado, mas para emitir dívida de longo prazo. O Tesouro espanhol realiza um leilão de obrigações a três, oito e 15 anos, na próxima quinta-feira, 19 de Maio, pretendendo captar entre 2.000 e 3.000 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais Espanha emissão dívida taxas de juro yields procura obrigações custo leilão
Mais lidas
Outras Notícias