Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investidores regressam aos mercados após decisão da Fed

As principais praças europeias, incluindo o mercado nacional, iniciaram a sessão com fortes ganhos, em resultado da redução maior do que a esperada da taxa de juro dos EUA. O DJ Euro Stoxx 50 seguia a valorizar 2,1%.

Paulo Moutinho 19 de Setembro de 2007 às 08:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As principais praças europeias, incluindo o mercado nacional, iniciaram a sessão com fortes ganhos, em resultado da redução maior do que a esperada da taxa de juro dos EUA. O DJ Euro Stoxx seguia a valorizar 2,1%.

A Reserva Federal dos EUA reduziu, ontem, a sua taxa de juro de referência em 50 pontos base quando a maioria dos economistas e investidores esperava um corte de apenas 25 pontos base.

Esta movimentação da Fed veio dar novo ânimo aos investidores que regressam agora aos mercados accionistas, na expectativa de que a crise que tem afectado os mercados nas últimas semanas possa ser sanada.

O sector financeiro, o mais afectado por esta crise nos mercados, está a ser o "motor" da subida das praças europeias. O índice sectorial seguia com um ganho de 2,96%, contagiando os restantes sectores.

O Dow Jones Stoxx 600 registava uma subida de 2,3%, a subida diária mais acentuada desde Junho de 2006, enquanto o Dow Jones Euro Stoxx 50, o índice que agrega as 50 maiores companhias europeias, registava uma subida idêntica, de 2,1%, para cotar nos 3.810,14 pontos.

Entre os índices europeus, destaque para a valorização de 2,53%% do francês CAC [cac], que seguia a cotar nos 5.689,71 pontos. Também o IBEX avançava, ganhando 2,26% para os 14.359,30 pontos, depois de ontem já ter fechado a sessão em alta de mais de 2%.

As bolsas de Amesterdão e de Frankfurt não eram excepção. O AEX [aex] subia 2,04% para 541,82 pontos, enquanto o DAX [dax] somava 1,89% e acumula já uma subida de mais de 14,8% desde o início do ano. O britânico FTSE [ftse] seguia em alta de 1,99%.

Mais lidas
Outras Notícias