Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Japonesa Aiful corta 2.000 postos de trabalho após prever prejuízos anuais

A empresa nipónica Aiful anunciou que pretende cortar 44% da sua força de trabalho, após prever um prejuízo anual de 3,4 mil milhões de dólares, o que levou as acções da companhia para mínimos históricos.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 24 de Setembro de 2009 às 08:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A empresa nipónica Aiful anunciou que pretende cortar 44% da sua força de trabalho, após prever um prejuízo anual de 3,4 mil milhões de dólares, o que levou as acções da companhia para mínimos históricos.

A Aiful adiantou hoje em comunicado, citado pela agência Bloomberg, que deverá reportar perdas de 311 mil milhões de ienes (3,4 mil milhões de dólares) no ano fiscal terminado a 31 de Março, o que compara com lucros de 8,1 mil milhões de ienes no período homólogo.

Os títulos da empresa chegaram a cair 30% na sessão na bolsa de Tóquio, a maior queda intradiária desde que entrou para a bolsa, em 1998.

A Aiful, a segunda maior instituição de crédito ao consumo no Japão, anunciou ainda que pretende cortar 2.000 postos de trabalho.

Esta decisão surge depois de na semana passada a agência de notação financeira Standard & Poor’s ter adiantado que a instituição poderia ser obrigada a declarar falência, caso não tivesse apoio financeiro.

Ver comentários
Outras Notícias