Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jazztel afunda mais de 60% com possibilidade de venda de acções

As acções da Jazztel caíram o máximo de 60%, na sessão de hoje, após a operadora espanhola ter anunciado que irá terminar com a restrição da venda da primeira tranche de novas acções ordinárias, emitidas por motivo de reestruturação.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 23 de Dezembro de 2002 às 14:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As acções da Jazztel caíram o máximo de 60%, na sessão de hoje, após a operadora espanhola ter anunciado que irá terminar com a restrição da venda da primeira tranche de novas acções ordinárias, emitidas por motivo de reestruturação.

A Jazztel emitiu um total de 457,3 milhões de acções ordinárias e de obrigações convertíveis, por 75 milhões de euros, que terão como data de vencimento 2012. Estas novas acções estarão disponíveis no mercado a 2 de Janeiro.

A operadora espanhola detém, actualmente, 519,7 milhões de acções, 88% das quais são detidas por quem tem obrigações de alto rendimento e 12% detidas por accionistas.

No final da semana passada, a Jazztel anunciou que irá realizar um aumento do valor nominal das acções de 0,08 para os 0,8 euros, onde cada dez acções passarão a valer uma.

Os prejuízos da Jazztel registaram uma quebra de 8,4% para os 41,4 milhões de euros, no terceiro trimestre do ano, enquanto as receitas caíram 7,8%, no mesmo período.

A Jazztel seguia a cair 51,56% para 0,66 euros.

Ver comentários
Outras Notícias