Mercados JB Capital Markets vê potencial de subida de 17% na Vista Alegre

JB Capital Markets vê potencial de subida de 17% na Vista Alegre

Depois do CaixaBank BPI, agora foi a vez de uma nova casa de investimento iniciar a cobertura da Vista Alegre. Os analistas do JB Capital Markets fixaram um preço-alvo de 1,60 euros por ação à empresa portuguesa.
JB Capital Markets vê potencial de subida de 17% na Vista Alegre
Pedro Elias/Negócios
Gonçalo Almeida 08 de novembro de 2019 às 08:00
Os analistas do JB Capital Markets iniciaram a cobertura à Vista Alegre Atlantis com um preço-alvo de 1,60 euros por ação e uma recomendação de "neutral", segundo uma nota de research divulgada pela Bloomberg. 

Este preço-alvo definido pelos analistas do banco de investimento confere à empresa portuguesa liderada por Nuno Marques um potencial de subida de 17%, tendo em conta que ontem fechou a negociar nos 1,37 euros por ação.

Esta é a segunda cobertura à Vista Alegre, depois de os analistas do CaixaBank BPI terem definido um preço-alvo de 2,20 euros por ação, o que à data (30 de outubro) significava um potencial de subida de 60%, no melhor dos cenários.

Na pior das possibilidades, o CaixaBank BPI apontou para um preço-alvo de 1,12 euros, através do método DCF (Discounted Cash Flow), que determina o valor futuro estimado para os fluxos de caixa descontando-os do custo de capital apropriado.

No acumulado do ano, as ações da Vista Alegre desvalorizam 14,91% e, nesta altura, a sua capitalização bolsista é de  208,8 milhões de euros. 

No mês anterior, a
 Vista Alegre decidiu financiar-se com a emissão de 50 milhões de euros em obrigações, segundo comunicou a empresa à Comissão do Mercado de valores Mobiliários (CMVM).

Nos primeiros seis meses deste ano, a empresa alcançou um resultado líquido de 3,71 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, duplicando o registado no período homólogo (1,86 milhões de euros), e teve a "melhor performance operacional alcançada num semestre, tendo o volume de negócios atingido os 57,4 milhões de euros e o EBITDA os 11,5 milhões de euros", segundo anunciou.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI