Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jerónimo Martins desce mais de 2% e pressiona bolsa nacional

A bolsa nacional deprecia 0,25% e contraria os ganhos das principais praças europeias, com a Jerónimo Martins a liderar as perdas.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 11 de Outubro de 2010 às 10:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
O índice PSI-20 desce para 7.763,02 pontos, com 14 cotadas a descer, três a subir e três a negociarem inalteradas. As principais praças europeias negoceiam em alta, com o índice de referência para a Europa, Stoxx 600, a avançar 0,27% e a prolongar a valorização semana passada, que foi a maior do último mês.

Por cá, a Jerónimo Martins desce 2,26% para 9,789 euros e é cotada que mais pressiona a bolsa nacional. A retalhista está a corrigir parte dos ganhos recentes, que a levaram a próximo do máximo histórico de 10,15 euros por acção. Isto depois do banco de investimento UBS ter descido a sua recomendação para “vender”, já que a sua apreciação de cerca de 70% no último ano, a levou a negociar a um “prémio injustificado” face às pares.

Também a pressionar está o BES, que desce 0,94% para 3,468 euros, enquanto o BPI deprecia 0,45% para 1,56 euros e o BCP negoceia praticamente inalterado nos 0,647 euros. O Millennium Investment Banking (IB) reviu em baixa a avaliação do BPI para 2,00 euros, no final de 2011, face aos anteriores 2,20 euros, mas recomenda comprar as acções.

Também em baixa está a Portugal Telecom, que desce 0,10% para 10,185 euros, também a corrigir das perdas, depois de renovar máximos de 10 anos, com os analistas a publicarem as suas estimativas para o pagamento de um dividendo extraordinário. Ainda no mesmo sector, a Sonaecom recua 1,67% para 1,412 euros e a Zon Multimédia perde 0,51%para 3,15 euros.

A contrariar maiores perdas estão algumas das cotadas do sector da energia, com a EDP a valorizar 0,73% para 2,619 euros, enquanto a sua participada EDP Renováveis deprecia 0,25% para 4,057 euros. A petrolífera, Galp Energia, ascende 0,11% para 13,655 euros, enquanto a REN, que gere a rede eléctrica nacional, perde 0,99% para 2,71 euros.



Ver comentários
Outras Notícias