Bolsa Jerónimo Martins e Galp mantêm PSI-20 em queda

Jerónimo Martins e Galp mantêm PSI-20 em queda

A bolsa nacional está a contrariar a tendência positiva da maioria das praças europeias, penalizada sobretudo pela descida de quase 2,5% da Jerónimo Martins. Só o grupo EDP e a Nos estão em alta.
Jerónimo Martins e Galp mantêm PSI-20 em queda
Miguel Baltazar/Negócios
Rita Faria 31 de agosto de 2016 às 10:57

A bolsa nacional segue em terreno negativo esta quarta-feira, 31 de Agosto, com o PSI-20 a descer 0,18% para 4.701,69 pontos. Das 18 cotadas que formam o principal índice nacional, 13 estão em queda, três em alta e duas inalteradas.

Lisboa está a contrariar os ganhos ligeiros da maioria das praças europeias, que estão a ser impulsionadas pela subida de quase 2% do sector financeiro. Na banca, as valorizações são lideradas pelo Commerzbank, que dispara 3,36% depois de a Manager Magazin ter avançado que o seu rival, o Deutsche Bank está a considerar a possibilidade de uma fusão.

Esta manhã, também foi divulgado que os preços na Zona Euro terão subido 0,2% em Agosto, de acordo com a primeira estimativa para a evolução da inflação. Um valor abaixo do esperado pelos analistas que, segundo a Bloomberg, apontavam para um valor de 0,3%.

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, ganha 0,19% para 345,40 pontos.

No plano nacional, a Jerónimo Martins e a Galp Energia são as cotadas que mais penalizam o PSI-20. A retalhista liderada por Pedro Soares dos Santos cai 2,41% para 14,385 euros, enquanto a petrolífera desce 0,23% para 13,175 euros. Esta evolução acontece numa altura em que os preços do petróleo estão em baixa ligeira nos mercados internacionais. O Brent, que serve de referência para a Europa, desvaloriza 0,56% para 48,10 dólares.

Esta quarta-feira, o Ministério Público confirmou que a Galp e uma agência de viagens foram alvo de buscas no âmbito da investigação às deslocações ao Europeu de Futebol de França pagas pela gasolineira a três membros do Governo.

Ainda no sector da energia, a EDP ganha 0,43% para 3,012 euros e a EDP Renováveis avança 0,25% para 7,101 euros.

A contribuir para a descida do PSI-20 estão ainda a Semapa, a Mota-Engil e a Altri. A Semapa, que apresenta os seus resultados trimestrais esta quarta-feira, após o fecho do mercado, recua 1,31% para 11,695 euros. O Haitong antecipa que a empresa tenha fechado o primeiro semestre deste ano com lucros de 67 milhões de euros, uma descida de 8% face aos 72 milhões de euros do primeiro semestre do ano passado.

A Altri desce 0,7% para 3,555 euros e a Mota-Engil cai 1,51% para 1,695 euros. 

Além das empresas do grupo EDP só a Nos segue em terreno positivo, com uma valorização de 1,85% para 6,069 euros. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI