Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

João Lampreia: "É nos Estados Unidos que o espaço para surpresas positivas é maior"

Para o Banco BiG, o mercado bolsista deverá ser mais interessante nos EUA, onde "o espaço para surpresas positivas é maior", e na Europa vai manter-se a incerteza adicional pela questão periférica. Veja aqui o vídeo.

Rita Faria afaria@negocios.pt 23 de Dezembro de 2010 às 13:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Na recta final de 2010, o Negócios falou com 12 especialistas e mostra-lhe, até ao final do ano, as sugestões sobre as melhores oportunidades para investir em 2011.

João Lampreia explica que "os Estados Unidos e a Alemanha deverão crescer cerca de 3%, e a Zona Euro 1,7%, num cenário muito divergente para os países periféricos que, obviamente, vão ser penalizados pela austeridade orçamental".

Neste sentido e, pensando no mercado accionista, o analista do Banco BiG acredita que "nos Estados Unidos o espaço para surpresas positivas é maior, tendo em conta a implementação do QE2 e o anúncio das recentes isenções fiscais da administração Obama". Pelo contrário, a Europa sai penalizada pelas dúvidas em torno dos periféricos.

No que diz respeito à bolsa naciona, sugere o especialista que "empresas com maior exposição e breakdown a mercados externos deverão ser privilegiadas, como a Portucel e a Cimpor".

.
Ver comentários
Saber mais investimento 2011 banco big joão lampreia
Mais lidas
Outras Notícias