Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Johnson & Johnson sabia há décadas que havia amianto no seu pó de talco

A Johnson & Johnson afundou 10% na sexta-feira devido ao caso do pó de talco com efeitos cancerígenos.

Johnson’s
Negócios jng@negocios.pt 15 de Dezembro de 2018 às 11:56
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

A norte-americana Johnson & Johnson (J&J), que é uma cotada tipicamente defensiva, afundou em bolsa na sessão de sexta-feira, após a divulgação de uma investigação da Reuters que concluiu que a empresa sabia há várias décadas que por vezes o seu pó de talco para bebé (Baby Powder) estava contaminado com amianto.

A J&J tem defendido sempre a pureza e segurança do seu produto, mas a investigação da Reuters, que analisou documentos internos da empresa, diz que esta sabia que de vez em quando havia contaminação com amianto mas escondeu essa informação das autoridades reguladoras e do público.

 

A notícia penalizou fortemente a J&J, que teve o pior desempenho entre as cotadas que integram o Dow Jones ao afundar 10,32% - naquela que foi a sua pior sessão desde 2002.

A empresa química e farmacêutica Johnson & Johnson foi condenada em 2016 e 2017 a pagar várias indemnizações a clientes que disseram ter desenvolvido cancro nos ovários por usarem pó de talco - na sua higiene íntima - produzido pela companhia. Entretanto é alvo de milhares de processos judiciais onde é acusada do mesmo.

Este mau desempenho da J&J contagiou negativamente as restantes cotadas do sector da saúde na sessão de ontem.

 

Ver comentários
Saber mais Johnson & Johnson J&J Baby Powder saúde
Outras Notícias