Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JP Morgan Chase anuncia aquisição do Bank One por 43,5 mil milhões

O JP Morgan Chase anunciou ontem que vai comprar o Bank One, sexto maior banco dos Estados Unidos, por um valor de 55 mil milhões de dólares (43,5 mil milhões de euros), na maior fusão do sector bancário dos últimos cinco anos, que visa desafiar a lideran

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 15 de Janeiro de 2004 às 08:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O JP Morgan Chase anunciou ontem que vai comprar o Bank One, sexto maior banco dos Estados Unidos, por um valor de 55 mil milhões de dólares (43,5 mil milhões de euros), na maior fusão do sector bancário dos últimos cinco anos, que visa desafiar a liderança do Citigroup.

O acordo que foi anunciado ontem à noite vai implicar o corte de cerca de 10 mil postos de trabalho e aproximar o JP Morgan Chase da liderança do sector bancário americano, ainda ocupada pelo Citigroup.

O negócio vai ser feito com troca de acções, com o JP Morgan Chase a oferecer 1,32 dos seus títulos por cada acção do Bank One, que representa um prémio de 14%.

O banco resultante desta aquisição terá activos avaliados em 1,08 biliões de dólares (853 mil milhões de euros) e passará a ser liderado por Jamie Dimon, actual CEO do Bank One, a partir de 2006.

O Bank One é o maior banco de Chicago, com uma rede comercial nos Estados Unidos que só é superada pelo Citigroup e Bank of América, com mais de 1.800 balcões em 14 estados dos EUA.

Analistas esperam mais fusões no sector

O JP Morgan Chase é já resultado de uma fusão entre o JP Morgam e o Chase Manhattan em 2000, no valor de 32 mil milhões de dólares, e o negócio ontem anunciado é o maior desde a fusão que originou o Bank of América à cinco anos atrás.

Os analistas consideram que este negócio pode originar mais movimentos de consolidação no sector bancário, lembrando que o Bank of América anunciou a aquisição do FleetBoston em Outubro passado.

Com a aquisição do FleetBoston o Bank of América passaria a segundo lugar na banca americana, mas o JP Morgan Chase voltará a número dois com a incorporação do Bank One.

Com é habitual nestes negócios, as acções do Bank One disparavam 10% no mercado «after hours», enquanto o JP Morgan deslizava 4%.

Outras Notícias