Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Juros a 10 anos caem há cinco sessões consecutiva

A taxa de juro implícita na dívida pública portuguesa a 10 anos recuou pela quinta sessão consecutiva e acumula uma descida superior a 20 pontos base.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 16 de Agosto de 2013 às 18:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...

O apetite dos investidores por activos de risco está a impulsionar o valor das obrigações de dívida soberana das economias periféricas da Zona Euro, pressionando os juros implícitos.

 

Por cá, os juros estão a descer na generalidade dos prazos, com a “yield” a 10 anos a recuar 5,2 pontos base para 6,369% nesta sexta-feira. A taxa caiu em cada uma das últimas cinco sessões e acumular uma queda de 20,2 pontos base na semana.

 

No prazo de cinco anos, taxa implícita recuou 6,9 pontos base e, na maturidade de dois anos, verificou-se um subida de cinco pontos base para 3,683%, segundo as taxas genéricas da Bloomberg.

 

A contribuir para a descida das "yields" esteve a divulgação de saída de recessão técnica económica da Zona Euro, no segundo trimestre, bem como de Portugal, cujo produto interno bruto (PIB) cresceu 1,1% face ao trimestre anterior, superando todas as previsões. 

 

Em Espanha, a descida dos juros a 10 anos foi de nove pontos base para 4,36%. O prémio de risco do país face à Alemanha caiu oito pontos base para 2,48 pontos percentuais, segundo a Bloomberg.

 

“Existe uma dinâmica positiva no mercado, a aversão ao risco foi reduzida”, afirmou o analista do banco alemão Helaba Hessen-Thueringen, à Bloomberg. “Os dados da próxima semana devem demonstrar que as obrigações espanholas deverão continuar a subir”, acrescentou.

Ver comentários
Saber mais juros dívida obrigações Portugal
Mais lidas
Outras Notícias