Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Juros da dívida pública portuguesa contrariam tendência de descida na Europa

A taxa de juro implícita na dívida pública portuguesa está a subir e a contrariar a tendência de descida que se verifica no resto da Europa, onde a expectativa de ajuda à Grécia motiva uma subida dos juros.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2012 às 10:15
  • Partilhar artigo
  • ...
A “yield” na dívida pública portuguesa sobe na generalidade dos prazos e, no prazo de dois anos, inverteu a tendência de queda que registou ao início da manhã.

A taxa de juro implícita nas obrigações a dois anos sobe agora 1,9 pontos base para 14,299%, mas chegou a cair mais de 60 pontos base ainda, esta manhã. Os juros implícitos nas obrigações portuguesas a cinco anos sobem 3,9 pontos base para 15,213%, enquanto a “yield” da dívida a 10 anos sobe 5,3 pontos base para 12,232%.

No resto da Europa, a tendência é de descida dos juros com os investidores a acreditarem que a Grécia vai conseguir assegurar o pacote de ajuda externa que lhe permitirá evitar o incumprimento da dívida e reduzir o seu valor para um nível considerado sustentável.

A taxa de juro implícita na dívida de 10 anos de França desce 2,4 pontos base para 2,965% e a das obrigações de Espanha, com a mesma maturidade, recua 2,7 pontos base para 5,302%.

As obrigações de Itália a 10 anos anularam a tendência de descida que registavam ao início da manhã, quando chegaram descer oito pontos base, estando agora a descer 0,8 pontos base para 5,647%. Isto depois de ter sido divulgado que Angela Merkel anulou uma visita oficial a Roma. As "bunds" alemãs com maturidade de 10 anso encontram-se praticamente inalteradas nos 1,9%.
Ver comentários
Saber mais Juros juro dívida mercado dívida obrigações soberana soberanas crédito público pública bund
Outras Notícias