Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Koweit suspende negociação da bolsa depois de sexta queda consecutiva

A bolsa russa está em queda e a do Koweit suspendeu a negociação, uma vez que a descida do petróleo na sessão de ontem enervou os mercados emergentes e intensificou os receios de que Moscovo seja forçada a desvalorizar o rublo.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 13 de Novembro de 2008 às 13:09
  • Partilhar artigo
  • ...
A bolsa russa está em queda e a do Koweit suspendeu a negociação, uma vez que a descida do petróleo na sessão de ontem enervou os mercados emergentes e intensificou os receios de que Moscovo seja forçada a desvalorizar o rublo.

O índice russo Micex seguia a perder 8,6%, depois de já ter estado a cair 17%, depois de reabrir após uma suspensão de 30 minutos das transacções.

Entretanto, um tribunal do Koweit ordenou a suspensão da bolsa, depois de os operadores pedirem apoio após seis sessões de quedas. O principal índice da bolsa koweitiana já caiu 31% este ano. O mercado accionista estará encerrado até 17 de Novembro, data em que o tribunal decidirá se prolongará esta suspensão.

O índice MSCI dos mercados emergentes seguia a ceder 2,9%, para 518,22 pontos. Desde 11 de Novembro, já acumula uma descida de 8,5%.

Os índices bolsistas de referência da Polónia, da Bulgária e da Indonésia estão também a acusar fortes perdas.

“O toque de alarme está a soar”, comentou à Bloomberg um estratega da La Française des Placements, Tom Fallon. “O petróleo mais fraco levanta uma série de questões em termos comerciais e orçamentais, que estão agora a começar a ser analisadas mais em profundidade”, acrescentou.

Os preços do petróleo atingiram mínimos dos últimos 21 meses, depois de a Agência Internacional de Energia ter revisto em baixa de 0,8% a sua estimativa para a procura mundial em 2009. No entanto, as cotações estão agora a recuperar com a possibilidade de a OPEP realizar mais uma reunião extraordinária para rever o seu “plafond” de produção.

Ver comentários
Outras Notícias