Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Laginha de Sousa: "Deveria ser um desígnio nacional preencher rapidamente o PSI-20 com 20 empresas"

Luís Laginha de Sousa reiterou, esta quinta-feira, a necessidade de atrair mais empresas para o mercado de capitais português.

Bruno Simão/Negócios
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

O presidente da Euronext Lisbon, Luís Laginha de Sousa, apelou à necessidade de esforços conjuntos para que a bolsa sirva o propósito de financiamento das empresas portuguesas.

 

Na apresentação que antecedeu a entrega dos Euronext Lisbon Awards, Laginha de Sousa lembrou que 2014 foi o ano em que a própria Euronext dispersou o seu capital em bolsa, com o intuito de ser o "centro europeu por excelência onde as empresas podem levantar capital".

 

Assim, também no mercado português "deveria ser um desígnio nacional preencher rapidamente o PSI-20 com 20 empresas", tendo em conta que desde a resolução do BES o índice de referência nacional passou a ser composto apenas por 18 empresas (o BES e o ESFG foram excluídos).

 

Nesse sentido, a gestora da bolsa vai continuar a procurar "activamente trazer mais empresas para o mercado". 

 

"Existem oportunidades de criar valor para o país se mais empresas abrirem o seu capital", acrescentou Luís Laginha. O presidente da bolsa voltou ainda a apontar o dedo ao facto de "os incentivos públicos incentivarem o endividamento e não o capital".

 

"Estão profundamente enganados todos aqueles que indicam que o mercado não vai recuperar. Vamos todos virar a página", concluiu o presidente da Euronext Lisbon.

Ver comentários
Saber mais Luís Laginha de Sousa Euronext Lisbon Awards Euronext bolsa
Outras Notícias