Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Laginha de Sousa sai da bolsa de Lisboa a 22 de Fevereiro (act.)

Isabel Ucha fica à frente do mercado de capitais português. Uma solução provisória, já que o substituto será "recrutado nos próximos meses", diz a Euronext Lisboa.

Miguel Baltazar/Negócios
Paulo Moutinho 28 de Janeiro de 2016 às 16:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Luís Laginha de Sousa vai abandonar o cargo de presidente executivo da bolsa de Lisboa a 22 de Fevereiro, sendo substituído interinamente por Isabel Ucha. No entanto, de acordo com o comunicado enviado pela Euronext Lisboa, continuará a decorrer o recrutamento para a liderança do mercado nacional de capitais. Esse processo será concluído nos "próximos meses".

"A saída foi por mútuo acordo com base no desejo de Luís Laginha de Sousa de perseguir outros interesses profissionais", diz o comunicado da Euronext. "Continuará a cumprir as suas responsabilidades até à reunião de accionistas que terá lugar a 22 de Fevereiro", refere a mesmo nota, onde é salientado que "o substituto será recrutado nos próximos meses". Até lá, há uma solução transitória.


Até que seja encontrada a solução definitiva, "Isabel Ucha, actualmente membro do conselho de administração da Euronext Lisboa e Directora de Desenvolvimento do Mercado Local da Euronext Lisboa [cargo que ocupa desde 2007], será a CEO interina", refere a gestora dos mercados de Lisboa, Paris, Amesterdão e Bruxelas. Já Rui Matos será o CEO da Interbolsa, cargo do qual Laginha também se demitiu.


Tempos difíceis


Luis Laginha recorda que durante o tempo que passou na Euronext, o "mercado português viveu o período mais difícil em 40 anos. Apesar disso, foi um privilégio e uma honra servir a a empresa e estou orgulhoso de tudo o que foi alcançado, tanto externa como internamente, desde que fui nomeado CEO".


"A Euronext tem um papel chave no financiamento da economia real de Portugal e várias decisões têm sido tomadas para que esse papel seja substancialmente expandido", remata o ainda CEO no comunicado de despedida, reiterando algo que tem sublinhado nas suas intervenções. Aproveita também para desejar "o melhor para quem me substituir" na liderança da Euronext.


(Notícia actualizada com mais informação relativamente à saída do cargo, bem como as declarações de Luís Laginha de Sousa)

Ver comentários
Saber mais bolsa Lisboa Laginha de Sousa Euronext Isabel Ucha
Mais lidas
Outras Notícias