A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lehman Brothers diz que é tempo de vender dólares

É tempo de «vender o dólar contra o euro» dizem os analistas da Lehman Brothers Holdings, num comunicado hoje divulgado. A queda das acções norte-americanas, a descida dos «yields» e a reduzida probabilidade de a reserva federal norte-americana (Fed) subi

Ruben Bicho rbicho@mediafin.pt 12 de Março de 2004 às 13:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

É tempo de «vender o dólar contra o euro» dizem os analistas da Lehman Brothers Holdings, num comunicado hoje divulgado. A queda das acções norte-americanas, a descida dos «yields» e a reduzida probabilidade de a reserva federal norte-americana (Fed) subir as taxas de juro foram as razões apresentadas pelos analistas.

O número de empregos criados pelos Estados Unidos em Janeiro ficou seis vezes abaixo do esperado pelos analistas. O índice Standard & Poor’s 500 caiu ontem pelo quarto dia consecutivo, anulando os ganhos deste ano, e as yields dos Bilhetes de Tesouro a dez anos caíram para os 3,69%, perto do valor mais baixo desde Julho.

Tudo razões para que os analistas da Lehman Brothers considerem que o dólar vai entrar em queda. «O dólar está a subir mas o optimismo está a baixar. Não concordamos com esta subida do dólar», escreve a equipa de estratégia cambial da Lehman Brothers.

O aumento inesperado do défice comercial norte-americano para os 43,1 mil milhões de dólares em Janeiro também preocupa os analistas, que não esperam uma subida das taxas de juro nos EUA a curto prazo.

«Um aumento das taxas de juro por parte da Fed ficou ainda mais remoto depois dos números do emprego da semana passada. A política fiscal dos EUA também é preocupante, e tendo em conta os números do comércio, parece-nos que a estabilização do dólar ainda vem longe», diz ainda o comunicado.

O euro [EUR] seguia a perder 1,05% para os 1,2225 dólares, pressionado pelos números da produção industrial francesa, que recuaram inesperadamente em Janeiro.

Outras Notícias