Câmbios Libra pode afundar 9% com saída do Reino Unido da UE

Libra pode afundar 9% com saída do Reino Unido da UE

A moeda britânica pode afundar 9% após o referendo à permanência dos britânicos na União Europeia, caso a votação a favor de um Brexit saia vencedora. As acções também cairiam na mesma ordem, prevêem os especialistas.
Libra pode afundar 9% com saída do Reino Unido da UE
Patrícia Abreu 02 de junho de 2016 às 12:47

A moeda britânica tem vindo a ser fortemente pressionada pelos receios de um "Brexit". E caso o Reino Unido vote a favor da saída da União Europeia no referendo de 23 de Junho, a libra pode depreciar mais 9%, a reagir à vitória do sim a essa saída, antecipam os especialistas.


A data do referendo em Inglaterra está a aproximar-se e os temores de um "Brexit" aumentam. Os estrategos consultados pela Reuters prevêem uma correcção de 9% da moeda britânica face ao dólar caso vença o "sim", numa primeira reacção aos resultados da votação. Caso ganhe o "não" a abandonar a UE, a libra pode recuperar 4% do valor.


Recentemente a libra esteve a ganhar terreno face às principais moedas, com a divisa britânica a avançar para máximos de três meses e meio face ao euro e máximos de três semanas face ao dólar, perante as projecções mais recentes divulgadas no Reino Unido. As sondagens davam conta que a campanha a favor da permanência na EU estava a ganhar terreno.


Ainda assim, a maioria dos especialistas vê a libra a negociar acima dos valores actuais dentro de um mês. O inquérito da Reuters coloca a moeda britânica a negociar em torno de 1,46 dólares, face aos actuais 1,44 dólares, dentro de um mês. Dentro de seis meses, as projecções apontam para um valor em torno de 1,48 dólares.


Em termos de mercado accionista, um "Brexit" também terá um forte impacto. O UBS diz que o britânico FTSE pode cair mais de 10% no próximo ano, caso vença o "sim" no referendo deste mês, segundo uma nota citada pela Reuters. Caso tudo se mantenha igual, pode subir 5% nos próximos 12 meses.


Estas estimativas surgem no dia em que a Pimco adianta que há uma hipótese significativa do Reino Unido votar a saída da UE. A gestora de activos argumenta ainda que caso isto aconteça vai ter um forte impacto na economia global.

As mais recentes sondagens dão conta de uma vantagem dos partidários da saída do espaço da UE. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI