Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Licenças de emissão de carbono sobem para máximos de 5 meses

As licenças de emissão de dióxido de carbono negociavam hoje em alta de mais de 5% para um máximo de 5 meses, numa altura em que na Alemanha se discute a possibilidade de realizar leilões de CO2, em vez da sua distribuição gratuita às empresas poluidoras.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 30 de Abril de 2007 às 17:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As licenças de emissão de dióxido de carbono negociavam hoje em alta de mais de 5% para um máximo de 5 meses, numa altura em que na Alemanha se discute a possibilidade de realizar leilões de CO2, em vez da sua distribuição gratuita às empresas poluidoras.

As licenças de emissão de carbono com maturidade em 2008 valorizavam 5,2% para os 19,10 euros por tonelada métrica, segundo dados da European Climate Exchange, citados pela agência Bloomberg. Este é o valor mais elevado desde 7 de Dezembro.

A valorização de hoje foi despoletada por declarações do ministro do Ambiente alemão que sugeriu a possibilidade de poder vir a leiloar as licenças de emissão, em vez de atribui-las gratuitamente às empresas.

Os governos dos países da União Europeia, no âmbito do protocolo de Quioto, atribuem anualmente às empresas, de forma gratuita, licenças de poluição.

Caso uma empresa supere o tecto de emissão, então terá de ir a uma das bolsas de carbono existentes para comprar licenças adicionais de poluição. Caso não gaste todas as licenças atribuídas gratuitamente, então poderá ir à bolsa e alienar o excesso de emissões.

Mais lidas
Outras Notícias