Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lisbon Brokers revê em alta previsões de vendas da Jerónimo Martins

A Lisbon Brokers reviu em alta as suas previsões de vendas da Jerónimo Martins depois dos números preliminares avançados pela empresa a 17 de Janeiro, reiterando a recomendação de "comprar" e o preço-alvo de seis euros.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 01 de Fevereiro de 2008 às 09:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Lisbon Brokers reviu em alta as suas previsões de vendas da Jerónimo Martins depois dos números preliminares avançados pela empresa a 17 de Janeiro, reiterando a recomendação de "comprar" e o preço-alvo de seis euros.

Depois de actualizados os números, a sua estimativa de vendas para o grupo é de 5,35 mil milhões de euros, o que compara com os 5,29 mil milhões de euros anteriores.

A 17 de Janeiro, a empresa liderada por Palha da Silva avançou os números preliminares relativos às vendas consolidadas que cresceram 21,3% em termos homólogos para os 5.347 milhões de euros, sublinhando que, excluindo o efeito cambial, as vendas avançaram 19,6%.

Na sequência destes números, a Lisbon Brokers afirmou que iria "ajustar as nossas estimativas ainda mais, que serão dentro em breve divulgadas", e reviu "em alta as acções da empresa de manter para comprar, uma vez que estas demonstram um potencial de valorização ao nosso preço-alvo de seis euros, e que nos levam a classificar a JM como uma das nossas ‘top picks’ para 2008".

A revisão em alta "implica uma subida de 21,3% no "turnover" total do grupo para 2007, que combina um forte crescimento na Polónia com uma sólida performance em Portugal", refere o analista John dos Santos numa nota de investimento divulgada hoje.

A Jerónimo Martins irá apresentar os resultados relativos a 2007, a 28 de Fevereiro, antes da abertura do mercado, e a casa de investimento prevê uma subida de 13,3% face ao mesmo período do ano anterior no EBITDA para 361,2 milhões de euros e um aumento de 15,3% no resultado líquido para 133,9 milhões de euros.

O responsável sublinha que as estimativas ainda não incluem o impacto da aquisição da Plus, uma vez que esta aguarda a aprovação do regulador. Acreditando na concretização desta operação, a Lisbon Brokers considera as suas estimativas para 2008 "conservadoras".

A grosso modo, as estimativas iniciais são de que o "turnover" da companhia em 2010 pode chegar aos 8,5 mil milhões de euros com o efeito da aquisição da Plus, o que compara com a actual estimativa de 8,1 mil milhões de euros.

A nota de investimento acrescenta, ainda, que comentários recentes fora da empresa indicam que o crescimento em 2008 na Polónia pode ultrapassar a taxa de subida no "turnover" registada em 2007, o que confirma a ideia de que as estimativas são "conservadoras".

Assim, para 2008 antecipam que as vendas totais do grupo, excluindo a Plus, devem aumentar 15% face ao período homólogo para 6,15 mil milhões de euros, com um consequente crescimento de 14,7% no EBITDA para 414,4 milhões de euros.

A Lisbon Brokers continua a considerar a Jerónimo Martins uma das suas empresas preferidas em Portugal para 2008 e reitera a recomendação de "comprar" e o preço-alvo de seis euros.

As acções da Jerónimo Martins [JMAR] seguiam em queda de 0,18% para os 5,495 euros.

Outras Notícias