Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucro da Euronext aumenta 25,8% para os 63,5 milhões

O operador bolsista Euronext anunciou hoje um resultado líquido de 63,5 milhões de euros no terceiro trimestre.

As bolsas mundiais viveram um período dourado de ganhos. Mas a chegada de 2018 inverteu a tendência de ganhos nos mercados financeiros globais. Após anos de máximos e com um nível de volatilidade crescente nos mercados, os especialistas recomendam maior cautela na hora de investir. A aposta recai em empresas de qualidade. 

'O foco continua a estar no crescimento do lucro por acção e nos nomes que podem entregar este crescimento a médio prazo', refere a Amundi. A gestora alerta para uma rotação no mercado para empresas de maior qualidade e realça que prefere empresas norte-americanas, devido ao ambiente de forte subida dos lucros e 'ao facto de os riscos relacionados com a regulação terem sido identificados e descontados [no valor das cotações]. A Pictet também aponta uma estratégia mais defensiva, identificando oportunidades no sector do consumo e da saúde, ao mesmo tempo que passou a assumir uma posição 'neutral' no sector financeiro, face aos riscos actuais.

'No bloco europeu, os sectores de telecoms e 'utilities' continuam a apresentar múltiplos de PER com o maior desconto face à mediana, sendo penalizados pela superior
alavancagem dos seus balanços', nota o BiG, no seu 'outlook' para o terceiro trimestre. O sector industrial, de cuidados de saúde e consumo são outros em que o banco vê oportunidades na Europa.
Reuters
Lusa 07 de Novembro de 2019 às 17:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O operador bolsista Euronext anunciou hoje um resultado líquido de 63,5 milhões de euros no terceiro trimestre, refletindo um aumento de 25,8% face ao mesmo período de 2018, indica o comunicado enviado ao mercado.

 

No terceiro trimestre de 2019, a Euronext, que agrega diversas praças europeias, nomeadamente a bolsa de Lisboa, tinha registado um aumento de 20,4% nas receitas, para 181,7 milhões de euros (150,9 milhões de euros no período homólogo de 2018).

 

A informação publicada hoje na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) indica ainda que o EBITDA (resultados antes de impostos, juros, amortizações e depreciações) atingiu 108,0 milhões de euros, tendo registado um aumento de 23% por comparação com os 87,8 milhões de euros registados no terceiro trimestre do ano passado.

 

Citado no comunicado, o presidente executivo e chairmam da Euronext, Stéphane Boujnah, assinala que os resultados alcançados se devem ao crescimento orgânico, à continuação da estratégia de controlo de custos e à consolidação da Oslo Bors VPS.

 

"As últimas semanas têm sido marcadas pelo lançamento do plano estratégico  da Euronext 'Vamos crescer juntos 2022', com um forte foco no crescimento, inovação e finanças sustentáveis", referiu o mesmo responsável.

 

A Euronext integra atualmente as bolsas de Amesterdão, Bruxelas, Dublin, Lisboa, Londres, Oslo e Paris e tem cerca de 1.500 cotadas.

 

Ver comentários
Saber mais Euronext
Outras Notícias