Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Maiores exigências de capital aos bancos são insuficientes para prevenir novas crises

O governador do Banco de Inglaterra, Mervyn King, avançou com o seu apelo para os governos enfrentarem os problemas colocados pelos bancos, que são "demasiado importantes para falharem", adiantando que novas regras de capital não vão proteger os contribuintes de financiarem qualquer plano de salvação futuro.

Maiores exigências de capital aos bancos são insuficientes para prevenir novas crises
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 21 de Outubro de 2009 às 07:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O governador do Banco de Inglaterra, Mervyn King, avançou com o seu apelo para os governos enfrentarem os problemas colocados pelos bancos, que são “demasiado importantes para falharem”, adiantando que novas regras de capital não vão proteger os contribuintes de financiarem qualquer plano de salvação futuro.

“O apoio massivo ao sector da banca por todo o mundo, enquanto necessário para evitar um desastre económico, criou possivelmente o maior risco moral na história”, realçou King, num discurso citado pela agência Bloomberg.

Na opinião do governador do Banco de Inglaterra, uma solução poderia passar pela separação dos bancos e por separar as actividades de maior risco dos negócios mais estáveis, como os depósitos.

Para o responsável, regras de maiores requerimentos de capital por parte dos bancos não criarão uma protecção para os bancos evitarem crises.

“Requerimentos de capital reduzem, mas não eliminam, a necessidade dos contribuintes fornecerem garantias numa catástrofe”, referiu King, considerando ainda que “é difícil perceber porquê” propostas como a sugerida pelo ex-presidente da Reserva Federal dos EUA, Paul Volcker, para separar o negócio imobiliário da banca de retalho são “impraticáveis”.

Ver comentários
Outras Notícias