Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Millennium IB desce preço-alvo da Cimpor para 6,05 euros

Os analistas actualizaram o preço-alvo da cimenteira para o final de 2012 e o facto de estarem "menos optimistas" para o Brasil levou-os a reduzir o preço-alvo em cinco cêntimos por acção. A recomendação continua a ser de "comprar".

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 27 de Fevereiro de 2012 às 10:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O preço-alvo do Millennium IB para a Cimpor desceu de 6,10 euros para 6,05 euros por acção, com os analistas a actualizarem a avaliação para o final de 2012 e a reverem as estimativas para o final de 2012. O banco de investimento mantém a recomendação de “comprar” os títulos da cimenteira.

A revisão das estimativas para a Cimpor implicava uma redução do seu preço-alvo em 20 cêntimos por acção, que foi parcialmente compensada pelo impacto positivo da alteração dos pressupostos para o cálculo da taxa de desconto e para a inflação.

“Estamos agora menos optimistas para o Brasil, admitimos que as exportações continuem a suportar a capacidade instalada nacional, antecipamos melhorias da margem das reestruturações operacionais implementadas em Espanha e confirmamos a recuperação em Espanha e Moçambique”, lê-se na nota de análise com data de 24 de Fevereiro.

“Actualizámos os parâmetros de risco para o cálculo da taxa de desconto [aplicada aos resultados futuros], nomeadamente a estimativa da taxa de juro da dívida portuguesa de 10% para 11%, em conjunto com a redução da taxa sem risco (alemã) de 3% para 2,5%”, diz o Millennium IB.

O banco de investimento estima que a cimenteira vai divulgar, amanhã, uma quebra de 12% do EBITDA do quarto trimestre face ao mesmo período do ano anterior. A descida deve-se “principalmente ao maior enfraquecimento das margens em Portugal e devido ao impacto das vendas para exportação, aos maiores custos energéticos no Egipto, problemas operacionais na China e Tunísia e importações de cimento no Brasil.”

Por outro lado, a “melhoria das margens em Espanha, Moçambique, África do Sul e Turquia” compensaram apenas parcialmente a deterioração noutros mercados.

Este ano, prevê o Millennium IB, o dividendo pago aos accionistas deverá ser de 0,20 euros por acção. Já o endividamento líquido de 2011 será de 2,6 vezes o EBITDA, mas a cimenteira vai “muito provavelmente reduzir o endividamento para duas vezes o EBITDA” até 2014.

Hoje, as acções da Cimpor estão praticamente inalteradas ao valorizarem 0,08% para 5,048 euros. Um preço face ao qual as acções encerram um potencial de valorização de 19,1% dado o preço-alvo do Millennium IB e que justifica a recomendação de “comprar”.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de “research” emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de “research” na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.
Ver comentários
Saber mais Cimpor cimento vendas Portugal preço-alvo research analista
Outras Notícias