Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Montante em depósitos encolhe pelo terceiro mês em Fevereiro

Saldo total baixou em mais 39 milhões de euros no segundo mês do ano, elevando para quase mil milhões o total retirado dos bancos pelas famílias em apenas três meses.

Paulo Moutinho 08 de Abril de 2014 às 12:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

O valor total depositado pelas famílias junto das instituições financeiras voltou a recuar no segundo mês do ano. Encolheu pelo terceiro mês consecutivo, elevando para quase mil milhões de euros o montante retirado pelos particulares das aplicações oferecidas pelos bancos.

 

De acordo com os dados estatísticos do Banco de Portugal, o saldo total dos depósitos passou de 131,912 mil milhões no final de Janeiro para 131,95 mil milhões de euros em Fevereiro (um mínimo desde Outubro). Desapareceram 39 milhões de euros. No mesmo mês de 2013 o saldo tinha crescido em 363 milhões.

 

O montante retirado em Fevereiro é, ainda assim, inferior ao valor resgatado pelas famílias nos meses anteriores. Em Janeiro tinham saído 294 milhões, depois dos 627 milhões em Dezembro, mês em que o Natal tende a fazer aumentar os gastos das famílias.

 

Esta evolução reflecte, em parte, alguma retoma do consumo por parte dos particulares, sacrificando a poupança (taxa de poupança das famílias subiu para 12,6% em 2013), facto que tem contribuído para dar algum impulso à retoma da economia portuguesa. No último trimestre de 2013, o PIB cresceu 1,7%, em termos homólogos.

 

"A componente de bens duradouros do consumo privado registou um crescimento homólogo de 11,8% no 4.º trimestre de 2013, o qual esteve associado em larga medida à componente de aquisição de veículos automóveis", explicou recentemente o Instituto Nacional de Estatística (INE), em resposta a questões colocadas pelo Negócios.

Ver comentários
Saber mais depósitos poupanças banca
Mais lidas
Outras Notícias