Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Moody’s corta "rating" do BPP devido à dependência do mercado de capitais

A agência de notação financeira Moody’s reviu em baixa o "rating" de crédito do Banco Privado Português, devido à elevada dependência do banco liderado por João Rendeiro do mercado de capitais.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 13 de Novembro de 2008 às 16:55
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...
A agência de notação financeira Moody’s reviu em baixa o “rating” de crédito do Banco Privado Português, devido à elevada dependência do banco liderado por João Rendeiro do mercado de capitais.

Num nota de hoje, a Moody’s baixou a classificação da dívida de longo prazo do BPP de Baa3 para Ba2, alertando ainda que podem vir a ocorrer mais revisões em baixa da notação.

O “rating” para medir a força financeira do banco liderado por João Rendeiro desceu de D+ para D, reflectindo “o aumento dos desafios para o banco manter o actual perfil de negócio, que é altamente dependente dos desenvolvimentos dos mercados de capitais”.

A Moody’s considera que “o apetite do BPP pelo risco – através de participações financeiras em empresas cotadas, em fundos de “private equity” geridos pelo banco e comercializados junto dos seus clientes, activos que têm registado fortes quedas nos mercados e em ‘credit default swaps’ – podem não só anular os resultados estáveis da unidade de “private banking”, mas também enfraquecer o banco.

A agência de notação financeira acrescenta que a rentabilidade do BPP estão “sob pressão”. Em 2007 os prejuízos foram de 9,3 milhões de euros e na primeira metade deste ano os resultados líquidos ascenderam a 1,6 milhões de euros.

A Moody’s alerta ainda que o BPP tem uma concentração de crédito elevada e um rácio de capital apertado. Em Junho de 2008 o Tier I de 15,4%, bastante acima do mínimo exigido, mas a Moody’s considera que não reflecte o perfil de risco da instituição.

Ver comentários
Outras Notícias