Bolsa Nasdaq 100 regista maior queda de duas semanas com mau desempenho das tecnológicas

Nasdaq 100 regista maior queda de duas semanas com mau desempenho das tecnológicas

O índice tecnológico Nasdaq 100 caiu esta sexta-feira 1,5%, a descida mais acentuada das últimas duas semanas. A penalizar estão os resultados apresentados esta semana pelas empresas do sector, que na sua generalidade desiludiram os investidores.
Nasdaq 100 regista maior queda de duas semanas com mau desempenho das tecnológicas
Bloomberg
Carla Pedro 22 de abril de 2016 às 21:26

As bolsas norte-americanas registaram uma tendência mista ao longo de toda a sessão, com o índice industrial Dow Jones e o S&P 500 a fecharem positivos à conta sobretudo do bom desempenho dos títulos da energia num dia de valorizações do petróleo nos mercados internacionais e também com a ajuda da banca – que retomou para máximos de três meses.

 

O Dow Jones encerrou a sessão desta sexta-feira a ganhar 0,12% para se estabelecer nos 18.003,54 pontos.

 

Já o Standard & Poor’s 500 avançou menos 0,10% para 2.091,63 pontos, depois de ter aberto a recuar ligeiramente. A travar maiores ganhos estiveram as tecnologias, a pesarem fortemente na performance deste índice, que viu este sector registar a maior desvalorização diária desde 5 de Fevereiro.

 

O próprio índice tecnológico Nasdaq 100 não conseguiu manter-se à tona. Fechou a perder 1,5% para 4.474,19 pontos (o Nasdaq Composite cedeu 0,80% para 4.906,22 pontos), depois de ter chegado a cair 2,2%. A descida desta sexta-feira foi a mais acentuada das últimas duas semanas.

 

As tecnológicas estiveram esta semana em destaque na apresentação das contas do primeiro trimestre nos EUA.

 

Na segunda-feira, 18 de Abril, a IBM e a Netflix reportaram os seus resultados do primeiro trimestre do ano, que desagradaram ao mercado. Na terça-feira foi a vez da Yahoo e da Intel e ontem, quinta-feira, foram a Google e a Microsoft a divulgarem ao mercado os seus números trimestrais – que ficaram também aquém do esperado.

 

A Google – substituída em bolsa pela Alphabet, que a detém a 100% no âmbito da nova estrutura operacional anunciada no passado dia 10 de Agosto – e a Microsoft foram as cotadas que hoje mais penalizaram o Nasdaq esta sexta-feira, com quedas superiores a 5%.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI