Mercados Navigator também terminou contrato com S&P

Navigator também terminou contrato com S&P

Não foi só com a Moody's que a Navigator terminou contrato. A empresa liderada por João Castello Branco deixou também de ser avaliada pela S&P.
Navigator também terminou contrato com S&P
Negócios 15 de outubro de 2019 às 11:19
A Navigator terminou os contratos que mantinha com as agências de notação financeira S&P e Mooyd's. A confirmação chegou com um comunicado à CMVM, em que a empresa, liderada por João Castello Branco, diz que "não se justificava manter a notação de rating atribuída pela agências Standard & Poors e Moody’s e os custos associados".

Isto "no seguimento do processo de reestruturação da sua dívida financeira levado a cabo nos últimos anos, e que resultou no reembolso em 2015 e 2016 das obrigações Portucel Senior Notes 5.375%, com vencimento em 2020, que haviam sido colocadas em mercado, e na contratação de novos financiamentos junto da banca nacional e internacional, com significativa redução de custos e extensão de maturidades". Esta reestruturação "teve novo desenvolvimento no início de 2019", pelo que a empresa entendeu não se justificar manter as notações das duas agências.

O Negócios já tinha avançado que o contrato com a Moody's tinha cessado por "razões comerciais", não tendo recebido, então, qualquer justificação por parte da Navigator. 

Depois da notícia do Negócios, a Navigator acabou mesmo por ter de comunicar o fim dessas relações comerciais, e justificá-las em comunicado à CMVM.

Nesse mesmo comunicado não são referidos os custos associados a estes contratos.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI