Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novas acções do BPI com desconto entre 15% e 30%

Um mês e meio depois de ter admitido avançar com um aumento de capital, o Banco BPI revelou o montante necessário para reforçar os seus rácios de capital. São 350 os milhões de euros que o banco liderado por Fernando Ulrich pretende obter no mercado.

Paulo Moutinho 10 de Março de 2008 às 00:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Um mês e meio depois de ter admitido avançar com um aumento de capital, o Banco BPI revelou o montante necessário para reforçar os seus rácios de capital. São 350 os milhões de euros que o banco liderado por Fernando Ulrich pretende obter no mercado.

O "núcleo duro" deverá "pagar" 60% deste valor, mas não a preços de mercado, apesar da queda abrupta das acções, este ano. Os analistas estimam um desconto entre os 15% e os 30% sobre as novas acções.

A operação ainda tem de ser aprovada em assembleia geral, pelos accionistas, e não há ainda "timing", nem preço, para a colocação dos novos títulos do BPI em bolsa, pelo menos, oficiais. O valor do aumento de capital não surpreendeu os analistas que apresentam já estimativas para qual o desconto que a aplicar aos títulos. A UBS estima um "bónus" de 15% face ao valor de fecho das acções na sessão de quinta-feira, dia em que foi revelado o valor do financiamento.

Este desconto levaria as novas acções do BPI para um valor de 3,03 euros, sendo que a JPMorgan, numa nota emitida horas antes do anúncio do banco, realizou vários cenários, atribuindo, no pior deles, um desconto de 30% às acções que o banco liderado por Fernando Ulrich se prepara para emitir, ou seja, os novos títulos seriam colocados no mercado a 2,49 euros.

Assumindo a dedução estimada pela UBS, de 15%, o BPI poderá emitir um total de 115 milhões de novos títulos, que se juntarão aos 760 milhões já existentes. Com o aumento de capital, os lucros por acção sofrerão uma diluição de 8%.

Mais lidas
Outras Notícias