Mercados Novo volte-face. Afinal, Trump não concorda com retirada de tarifas

Novo volte-face. Afinal, Trump não concorda com retirada de tarifas

Ontem, representantes da China e dos EUA disseram que os dois países tinham chegado a um acordo quanto a uma retirada de tarifas aduaneiras, de forma faseada. Mas hoje, Donald Trump diz que não é bem assim.
Novo volte-face. Afinal, Trump não concorda com retirada de tarifas
EPA
Gonçalo Almeida 08 de novembro de 2019 às 15:44
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desmentiu o seu conselheiro económico Larry Kudlow e disse que não existia nenhum entendimento com a China sobre a retirada de forma faseada das tarifas aduaneiras impostas entre as duas maiores economias do mundo, segundo a Reuters. 

Trump disse que não pretende eliminar por completo as tarifas que os EUA têm vindo a aplicar sobre produtos "made in China". Esta notícia caiu mal juntos dos mercados de ações e os três principais índices de Wall Street perdem entre 0,1% e 0,2%, afastando-se dos máximos históricos atingidos nas últimas sessões. 

Ontem, Larry Kudlow confirmou que existia um avanço nas negociações entre as duas partes e disse à Bloomberg que "se houver um acordo para a primeira fase, vai ser devido aos entendimentos e concessões quanto à eliminação das tarifas".

Para além do conselheiro económico da Casa Branca, também Gao Feng, o porta-voz do ministério do Comércio da China, tinha confirmado que os negociadores de Washington e Pequim estiveram a discutir e "concordaram em remover as tarifas adicionais de forma progressiva, como parte do progresso feito com vista a alcançar um acordo". 

No entanto, hoje Donald Trump deitou as esperanças por água abaixo, quando disse aos jornalistas que os EUA não tinham chegado a nenhum acordo com a China e reforçou a ideia de que ele não pretende eliminar as tarifas impostas.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI