Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

O petróleo disparou. E os combustíveis vão subir?

As cotações do petróleo foram subindo ao longo da semana. Estão já acima dos 40 dólares dos dois lados do Atlântico, mas os preços não deverão sofrer grandes alterações no arranque da próxima semana.

Cátia Barbosa/Negócios
Paulo Moutinho 18 de Março de 2016 às 18:00
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...

Quando o petróleo sobe, os combustíveis sobem. É essa, regra geral, a tendência que se verifica. E o comportamento que as cotações tiveram esta semana nos mercados vai provar isso no arranque da próxima semana, quando os automobilistas forem aos postos para abastecerem os depósitos. É que os preços não vão subir.

O Brent, em Londres, já tinha superado a fasquia dos 40 dólares, mas esta semana acentuou a tendência chegando mesmo aos 42 dólares. Mais expressiva foi a subida do West Texas Intermediate (WTI), em Nova Iorque, que após várias sessões de fortes ganhos superou a marca dos 40 dólares.


Tanto de um lado como do outro do Atlântico os preços registaram subidas de mais de 3,5%, mas as cotações da gasolina e do gasóleo não seguiram a tendência. O preço médio semanal da tonelada métrica de ambos caiu mais de 1% em dólares, sendo que na moeda europeia – apesar da alta do euro – a descida foi menos acentuada.


Esta evolução contrária à das cotações do petróleo vai levar a que na próxima semana os preços da gasolina não sofram qualquer alteração, mantendo-se o preço médio em torno dos actuais 1,321 euros, segundo a DGEG. E no caso do diesel, o combustível mais utilizado em Portugal, até haverá uma descida. Será de apenas meio cêntimo, mas permite alguma poupança.


O preço médio do diesel simples deverá cair dos 1,082 euros para 1,077 euros, podendo aumentar o número de postos que vendem o gasóleo abaixo de um euro – há, actualmente, dois do Intermarché que vendem a 0,999 euros. Ainda assim, continuará bem mais caro do que em Espanha.

Ver comentários
Saber mais combustíveis gasolina gasóleo mercado cotações petróleo simples "premium" normais preços
Outras Notícias