Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

OCDE acusa mercados de "irracionalidade" na dívida pública dos países europeus

Hans Blommestein, responsável em obrigações e gestão da dívida pública na OCDE, afirmou que “a psicologia dos mercados é muito negativa e não necessariamente baseada em factos”.

Pedro Carreira Garcia pedrogarcia@negocios.pt 11 de Outubro de 2010 às 11:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
O responsável da OCDE critica, segundo o Financial Times, o comportamento de alguns investidores que levaram a grandes alargamentos nas “yields” das obrigações emitidas pelos governos espanhol, irlandês, grego e português.

Em declarações ao “Financial Times”, Blommestein disse que “a psicologia dos mercados é muito negativa e não necessariamente baseada em factos, mas talvez em instintos animais que despoletam vendas maiores nos mercados de obrigações, mais do que às vezes é justificável segundo os dados de que dispomos”.

“Isto cria um efeito ‘bola de neve’ à medida que os investidores perdem a confiança em, até aí, activos soberanos confiáveis. Torna-se muito difícil perceber de forma confiável mudanças no risco soberano e as tendências que os mercados tomarão”, disse Blommestein.

A par das preocupações com as “dificuldades de financiamento” de países como Portugal, Espanha e a Grécia graças ao dilatamento das “yields”, Blommestein diz que o clima de medo dos investidores poderá estender-se ao Reino Unido e aos Estados Unidos devido aos seus altos níveis de dívida pública provenientes de operações de salvamento de bancos domésticos e de medidas de estímulo económico.

Ver comentários
Outras Notícias