Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Oferta de troca da Semapa arranca esta segunda-feira

A oferta pública de troca lançada pela Semapa sobre as suas acções, começa esta segunda-feira, 6 de Julho. Os investidores têm três semanas para decidir se aceitam, ou não, trocar as acções por títulos da Portucel.

1.º  
276,4 milhões de euros – A família Queiroz Pereira recebe, no total, mais de 276 milhões de euros em dividendos. Da Portucel vêm mais de 300 milhões de euros em dividendos, com 147 milhões a rumarem à Semapa e 104 milhões à Seinpar, da família. A Semapa, a 'holding' de Pedro Queroz Pereira distribuiu ainda mais 24,3 milhões à Sodim, a 'holding' da família.
Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 06 de Julho de 2015 às 01:55
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

Arranca esta segunda-feira o período de aceitação da oferta pública de troca lançada pela Semapa sobre as suas acções, oferecendo em troca títulos que detém da Portucel. A operação, anunciada em Maio, foi aprovada na assembleia geral de 23 de Junho, estando a decorrer o prazo para os investidores aceitarem, ou não, durante as próximas três semanas.


Desde as 8h30 desta segunda-feira, 6 de Julho, e até às 15 horas de 24 de Julho os accionistas da Semapa poderão entregar cada um dos títulos detidos, recebendo como contrapartida títulos da papeleira. "Cada accionista que aceite a oferta receberá 3,40 acções da Portucel por cada acção da Semapa de que seja titular", refere o prospecto.


À data do anúncio da oferta, a Portucel estava a cotar nos 4,069 euros, pelo que a contrapartida correspondia "a um preço global equivalente a 13,835 euros por acção da Semapa", um prémio de 0,7%. Com base nos três meses anteriores esse bónus chegava a 12,2%. Mas desde então, o prémio desapareceu.
A Portucel fechou a última sessão nos 3,48 euros. Considerando o rácio de troca, isto avalia os títulos da Semapa a 11,832 euros, uma cotação que está já bastante abaixo daquela que é o actual preço de mercado dos títulos da "holding". A troca avalia as acções da Semapa 3,8% abaixo dos 12,30 euros da última sessão.


Apesar da avaliação, a Semapa pretende atrair os investidores com a promessa de passarem a ser accionistas de uma empresa com maior liquidez. Quem não aceitar corre o risco de ficar numa empresa com baixa percentagem de capital disperso. A Sodim tem 54,48% do capital, sendo que entre os grandes accionistas encontram-se o BPI, a Bestinver e o Norges Bank. Juntos, têm 76,7% do capital. Chegando a 90%, a Semapa pode lançar uma oferta potestativa, retirando os títulos de bolsa.

Ver comentários
Saber mais Portucel Semapa oferta pública de troca acções
Outras Notícias