Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Optimismo dos investidores em torno do ouro em máximos de um mês

As posições combinadas dos fundos de investimento que detêm títulos futuros de ouro subiram para máximos de um mês, numa altura em que a política monetária de estímulos norte-americana tem conduzido os investidores a venderem os contratos de curta duração, levando os preços da matéria-prima a longo prazo a dispararem para o primeiro ganho trimestral do ano.

Guenter Schiffmann/Bloomberg
Jorge Garcia jorgegarcia@negocios.pt 30 de Setembro de 2013 às 11:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A posição longa líquida no ouro subiu 12% para 78.654 contratos futuros, um máximo desde 27 de Agosto. Os apostadores de longo prazo, que apostam na subida do ouro, ganharam 1,8%, ao passo que os de curto prazo, que apostam na descida da matéria-prima, tiveram perdas de 1,7%.

 

O ouro registou uma subida de 9,6% este trimestre, com a matéria-prima a estar novamente voltada para as subidas, depois de em Abril ter entrado numa tendência descendente ("bear market"), o que levou à venda de moedas, barras e jóias.

 

A Reserva Federal norte-americana surpreendeu os investidores ao não diminuir os estímulos à economia, alegando que precisa de mais sinais de que o país está a recuperar.

 

“A Fed deixou claro que a economia está fraca, e que a torneira dos estímulos vai continuar aberta”, afirmou John Stephenson, da First Asset Investment Management. “Isto significa que vão continuar a injectar mais dinheiro, e isto é um argumento para uma tendência ascendente para o ouro”.

 

Os futuros do ouro estão a avançar 0,5% para 1.339,20 dólares a onça, registando uma subida de 14% desde os mínimos de 34 semanas atingidos a 28 de Junho. Ainda assim, este ano a matéria-prima está com uma queda de 20%, podendo estar a caminho do primeiro ano de perdas desde 2000.

Ver comentários
Saber mais Ouro Fed bull e bear market
Outras Notícias