Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ouro representa mais de 90% das reservas do Banco de Portugal

Portugal é o país do mundo com maior peso do ouro nas suas reservas. A valorização de 25% do metal nos mercados internacionais e a alienação de outros activos detidos pelo Banco de Portugal explicam o aumento.

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 20 de Dezembro de 2007 às 00:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As reservas do Banco de Portugal são actualmente compostas, quase na sua totalidade, por um único activo: ouro. Não há mais nenhum país do globo onde o peso do metal "amarelo" seja tão elevado.

A matéria-prima representa, agora, 92% do total das reservas detidas pelo banco central nacional, enquanto em Março não ia além dos 79%, de acordo com os dados do World Gold Council, citados pela Bloomberg.

Uma leitura mais imediata poderia levar a pensar que, nos últimos meses, a instituição liderada por Vítor Constâncio reforçou as suas compras de ouro nos mercados internacionais. Nada poderia estar mais errado. De facto, desde o início deste ano, o nível de reservas não sofreu qualquer alteração. Os cofres do Banco de Portugal continuam, tal como no final de Dezembro, a contar com 382,6 toneladas de ouro.

A explicação para o aumento do peso nas reservas prende-se com dois factores fundamentais. Por um lado, pelo aumento do preço da matéria-prima nos mercados internacionais. Por outro lado, pelo facto do Banco de Portugal ter vindo a alienar outros activos.

Outras Notícias