Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ouro vale mais do que nunca

As cotações do ouro estão hoje a negociar em máximos históricos nos mercados internacionais.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 05 de Abril de 2011 às 18:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O preço do ouro, tanto para entrega imediata como no mercado de futuros, disparou hoje para recordes. A intensificar o estatuto de valor-refúgio do metal precioso estão sobretudo os elevados juros da dívida soberana de Portugal, o conflito na Líbia e noutras regiões do mundo árabe e a crise nuclear no Japão.

Estes factores aumentam a procura de ouro “como cobertura contra o caos”, comentou à Bloomberg um estratega da corretora Lind-Waldock, Adam Klopfenstein.

Em Nova Iorque, os futuros do metal amarelo atingiram novos patamares históricos, superando o último recorde de 1.448,60 dólares por onça marcado a 24 de Março. Com efeito, o ouro para entrega em Junho chegou hoje aos 1.452 dólares, valor nunca antes visto.

No mercado londrino, onde se negoceia o ouro para entrega imediata (mercado spot), a tendência foi simular, com o metal precioso a fixar um recorde nos 1.450,65 dólares por onça.

Desde o início do ano, o ouro sobe 1%, sendo este o 11º ano consecutivo de ganhos para o metal precioso. Em Março, foi sustentado pelo conflito na Líbia, mas também pelos bons dados macroeconómicos provenientes dos EUA e da China, especialmente na última semana do mês.

A prata acompanha o bom momento do metal amarelo, seguindo a negociar nos 39 dólares por onça. O seu máximo histórico é de 50,35 dólares e foi atingido em 1980.

Segundo a VTB Capital, citada pela Bloomberg, os anos do ouro foram 2009 e 2010, sendo que o actual momento é sobretudo da prata, platina e paládio.

Ver comentários
Saber mais ouro metais preciosos matérias-primas
Outras Notícias