Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"Pan European Days" da Euronext podem ir para a China

É um evento que se realiza normalmente em Nova Iorque. Primeiro, foram as empresas portuguesas sozinhas. Depois, na companhia das parceiras da Euronext. Agora, podem ir todas para a China.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 08 de Junho de 2016 às 08:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

No arranque dos Pan European Days em Nova Iorque, onde as empresas sob o chapéu da Euronext se apresentam a investidores americanos, a presidente da gestora bolsista fez um anúncio: estão a ser preparados "eventos semelhantes na Ásia". Não há mais pormenores e, por enquanto, é tudo ainda um plano a ser trabalhado. 

 

Questionada pelo Negócios, Maria João Carioca (na foto), presidente da Euronext Lisbon, que gere a bolsa lisboeta, defende que a "Ásia é um mercado que está na agenda" e a ideia é que a iniciativa naquela região venha "beber do formato" que marcou os Portuguese Days e, agora, os Pan European Days, onde há espaços para reuniões apenas entre companhias e investidores institucionais.

 

Para Maria João Carioca, há uma relevância tendo em conta que o acesso das empresas aos mercados asiáticos, em especial o chinês, não é o mesmo que têm para ter contacto com os Estados Unidos.

 

A agenda ainda está fechada bem como os moldes em que acontecerá, já que poderá haver abertura para outros instrumentos admitidos à negociação na Euronext, como os disponíveis para empresas não só de grande dimensão mas também para as de média e pequena capitalização.

 

Em 2016, foram 12 as empresas portuguesas a viajar até Nova Iorque a convite do Haitong (cada um dos quatro mercados da Euronext é convidado por um corretor doméstico). 

* Em Nova Iorque, a convite do Haitong

Ver comentários
Saber mais Pan European Days Nova Iorque Maria João Carioca presidente da Euronext Lisbon Portuguese Days Estados Unidos Ásia China
Outras Notícias