Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Paulson não vai alienar as suas acções na OPA da Sonaecom

A Paulson & Co. Inc. não vai vender acções que detém da Portugal Telecom (PT) na OPA lançada pela Sonaecom. A Paulson & Co. Inc. controla 2,34% do capital da maior operadora de telecomunicações nacional e junta-se ao Brandes na recusa à oferta. Até agora,

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 23 de Fevereiro de 2007 às 16:28
  • Partilhar artigo
  • ...

A Paulson & Co. Inc. não vai vender acções que detém da Portugal Telecom (PT) na OPA lançada pela Sonaecom. A Paulson & Co. Inc. controla 2,34% do capital da maior operadora de telecomunicações nacional e junta-se ao Brandes na recusa à oferta. Até agora, cinco accionistas de referência já disseram que a 10,50 euros não vendem.

A Paulson & Co. Inc. entrou na Portugal Telecom (PT) [PTC] já com a oferta pública de aquisição (OPA) em curso, controlando actualmente 26.385.303 de acções da PT, equivalente a 2,34% da operadora.

Uma fonte disse à agência Reuters que a empresa não vai alienar as suas acções na OPA lançada pela Sonaecom, sem especificar o sentido de voto do Paulson em relação à desblindagem dos estatutos que vai ser discutida na assembleia geral de 2 de Março.

Já esta manhã, a Brandes Investment Partners, L.P., dona de 7,67% da PT também disse que a 10,50 euros, não vendia na OPA da Sonaecom.

Até agora, cinco accionistas de referência já disseram que a 10,50 euros não vendem.

Este grupo, onde se inclui o BES, a Ongoing e Joe Berardo, são donos de 23,17% do capital da PT.

Ver comentários
Outras Notícias